Bolsa de valores, moda e mercado

Todos os dias quando ligamos a televisão escutamos sobre o mercado econômico, a bolsa subiu, a bolsa caiu, e sobre as tendências do mercado.

 

Quando se fala em tendências da Bolsa de Valores é preciso ter cuidado: não é porque determinado ativo está na moda que você deve investir nele. O mesmo vale para a venda. Muitas vezes as ações de uma empresa podem cair de uma hora para outra e isso não quer dizer que você precisa se desfazer delas.

 

É necessário ter critérios, estudar e conhecer o mercado para fazer com que suas estratégias sejam realmente assertivas. Na hora de investir, não existe espaço para apostas, mas sim para racionalidade.

 

Entendendo isso, vale a pena entender o que significa tendências e o que isso tem a ver com seu universo:

Tendências podem ser consideradas uma linha de evolução, organizada a partir de DADOS coletados em diferentes espaços, e que reunidos culminam em um conceito que proporciona sentido.

 

Tendência é a direção em que alguma coisa está se desenvolvendo ou se transformando, um fenômeno de evolução. A tendência surge a partir de algum tipo de inovação ou mudança, que pode ser econômica, social ou tecnológica, e é incorporada aos poucos no comportamento das pessoas.

 

Na bolsa de valores, assim como na moda e no design o que manda é o movimento de oferta e demanda: Quanto mais pessoas tiverem interesse em determinado ativo, seja ele uma ação, ou um lançamento da moda, maior será a valorização da marca ou do próprio ativo.

 

A questão é que a busca pelo que é tendência é uma arte: Nos faz ver a longo prazo, permite enxergar os próximos movimentos do mercado e a buscar uma vantagem competitiva. Além, é claro, de nos permitir ditar moda e ser visto como um inovador. 

Pois a posição privilegiada de quem vê algo novo acontecendo é incomensurável para o mercado.

 

Se você quer ver a inovação e a tendência nascerem em seu berço estamos preparando uma saída a campo para entender como nascem as tendências. 

Nosso programa contemplará 3 dias mergulhados nos hotspots da tendência mundial: Milão.

Um dia de estudos, entendendo de onde vem, como nasce e como ler uma tendência.

Outro dia de visita aos lugares mais Hype da cidade e um terceiro com uma visita técnica na fundação Prada. 

Tudo isso em Milão, com uma coolhunter de lá e curadoria de ponta. Além disso, você sai com um certificado Italiano e com uma cabeça completamente expandida.

Não é um cursinho. É uma experiência de transformação.