blog

Criatividade Reptiliana

Estava escrevendo um artigo sobre Branding e me deparei com um gatilho de criatividade, senão o maior deles, e resolvi me aprofundar no assunto.


 


Escrevi que a neurociência nos ensina que todas as nossas decisões fundamentais são feitas na parte mais antiga e mais primitiva de nosso cérebro; o cérebro de reptiliano. Também sabemos que nosso cérebro toma decisões respondendo a duas perguntas simples:


1) já vi isso antes - sim ou não?  


2) foi uma experiência agradável - sim ou não?


Se parece assustador ou novo, desperta nossa atenção. Tomar essas decisões rapidamente foi elementar para nossa sobrevivência e nos fez rapidamente tomar decisões que salvaram nossas vidas.


“Isso parece um leão? Sim.


Meu encontro anterior foi agradável?


Não!


Então Corre! ”.


 


No meu mais recente livro sobre criatividade eu abordo o perfil dos criativos extremistas conhecidos como fímbria de Lunáticos. Sem adentrar muito no Spoiler sobre o Livro, esse perfil comportamental tem profunda conexão com o comportamento reptiliano abordado anteriormente.


Pergunte a você mesmo:


1) já vi isso antes - sim ou não?  


2) foi uma experiência agradável - sim ou não?


 


Parece um leão?


 


Sim!


 


Se você correr, você não é esse criativo.


Se você sentir coragem suficiente para desafiar o seu instinto mais primitivo, você se encaixa como Criativo. Alguém louco o suficiente para mudar o "curso natural" das coisas.


Neste perfil criativo em específico, o bizarro, o desagradável, aquilo que causa estranheza, medo ou confusão o atrai.


Não é a regra que nos engrandece, e sim, a exceção.

Quer conteúdo de verdade? Aproveite e baixe meu e-book e entenda como ajudei empresas a ganharem seu 1º bilhão!

.pode mandar que já já te respondo!